Avancem para águas mais profundas e a pesca milagrosa acontecerá. Na mediocridade da margem milagres não acontecem...

Abr292011
PDFImprimirE-mail

O começo

Jovens reunidos em torno de um bem comum ...evangelizar através da arte !

Assim surgiu o Grupo Vivarte, eram jovens que freqüentavam a Paróquia Santuário São Judas Tadeu por vários motivos, ou por terem feito ali a crisma, ou por acompanharem seus pais nas missas dominicais ou por simplesmente estarem passando ali pelas redondezas e por curiosidade entravam na igreja em busca de uma espiritualidade.

Foi quando o Pe. João Luis Uzan, padre que era responsável pela juventude na época, resolveu montar uma peça que falasse a respeito das vocações, e objetivo do padre era fazer com que esta peça fosse apresentada no salão paroquial durante alguns finais de semana para se arrecadar fundos para a reforma do salão.

E assim foi, o Padre escreveu o texto, convidou alguns jovens que freqüentavam a paróquia para se juntarem e encenarem esta peça.

Os jovens se uniram, faziam reuniões, ensaiavam a peça todos os domingos, e chegado o dia a peça foi apresentada no salão paroquial e também na escadaria da Igreja Nova num dia 28 maior.

Foi um sucesso!

Aquela simples encenação, despertou naqueles jovens a vontade de fazer algo mais, e assim decidiram se reunir e formar um grupo de teatro.

As reuniões se tornaram constantes aos domingos à tarde, o grupo começou a estudar textos de teatro, os ensaios começaram a ser freqüentes e as peças de teatro começavam a ser formadas, isto fez com que o grupo se reunisse e definisse que ali estaria surgindo um grupo de teatro amador, e que o objetivo do grupo seria o de evangelizar as pessoas através da arte do teatro. Após algumas sugestões de nomes, e idéias apresentadas, foi feita uma eleição, 3 nomes foram sugeridos ao grupo, e o nome eleito pela maioria foi o VIVARTE, este nome faria com que todos vivessem a arte do teatro de uma maneira forte e evangelizando a todos que passassem por aquele grupo e que viessem a assistir as peças que fossem encenadas.

Após a formação do grupo e do nome dado, as coisas começaram a evoluir com a graça de Deus. O Salão paroquial foi reformado e se tornou a Sala São Judas, considerada na época, uma das melhores salas de teatro da cidade de São Paulo. Através dos contatos e relacionamentos que o Padre João Luiz tinha com o meio artístico, artistas famosos do meio de teatro e de TV começaram a freqüentar o grupo de teatro e a Sala São Judas, isto fez com que o grupo pudesse ter workshops com os mesmos e ganhar um grande aprendizado para as suas próximas encenações.

Este foi o início da história deste grupo que já existe há mais de 20 anos e que ainda hoje continua com o seu objetivo principal o de evangelizar a tudo e a todos através da arte do teatro!

Vivarte, sempre Vivarte! Uma verdadeira família!

Rodrigo Ciarrocchi (Ator do primeiro elenco e idealizador do Festival Cristoarte)

Última atualização em Fev062012